Imagem

Ray Breyka - Tudo Que Sei Fazer (10 Anos)


(Verso 1)

Olho o espelho vejo uma vida perdida

Todo tempo que eu tinha...

Tempo é dinheiro e eu já

Gastei todo falta-me tinta pra escrita

Pra mim tempos são linhas...

Rap em primeiro mas ya

Passa meu isqueiro pra cá

Que não esta vai pra todos que acham que eu to ma fazer!

Agora eu vou dizer

Não quero saber se vai bater

Isso é tudo que eu sei fazer yo

 

 

(Verso 2)

Meu pai educou-me com insultos e ofensas

O puto era quebra

Um fruto que não presta

Esse fruto era Breyka!

Já que eu não escuto conversas

Nunca estávamos juntos na mesa

Mas hoje teu filho cura dzungos com letras.

Meu pai, fizeste o que mais gostavas, é um exemplo pra mim

E só querias me ensinar o que era certo pra mim

E quando eu disse e ainda digo que não nasci pra esses motores,

Não estava fora de mim, música dentro de mim.

Talvez eu esteja errado com esse caminho

Mas só que adoro comer rappers, só que acho chato estar sozinho

E esse papo de destino,

Aqui não cola nigga

Eu aprendi porque vivi, vida é escola nigga

Então traga rappers, não traga frangos

É minha comida predileta, em instantes acabo

Não penses que isso é uma indireta, todos são alvos

Só não to na elite por eu ter talento e não ter taco.

Ray Breyka

 

(Verso 3)

Talvez eu cante não seja pago!

Só canto se eu quiser, se eu não quiser eu não canto!

Se eu disser que to farto

Vais me ver do outro lado

Mas se bazo quem é que fica a arder com esse palco?

Mais respeito com o filho do Tuz

Vê como eu brilho na base

Eu te humilho rapaz...

Já que em casa tinhas vídeo games e BMX

Eu tinha vídeos do The Game e do DMX

Represento zona centro, I love Chimoio nigga

E sabes disso me conheces but I dont know you nigga

Então não ligo pra o que tu dizes e nem dou crédito

E minha mensagem vai pra o block, aos que dão-me mérito

Ray Breyka

 

(Verso 4)

Pra mim isso é meio caminho andado

Sozinho ou acompanhado

Destino selado

Com meus pergaminhos assinados.

Mas o vizinho do lado

Quer que eu fale baixinho no quarto

Tira o focinho, isso

Tira o focinho, isso é carinho

Que me faz falar sozinho no quarto.

Digo as palavras certas, eu não adivinho, é um facto

Tuz me chama helicopta porque eu alinhou de baixo

Começo como um moinho e termino um tornado.

Tenho me tornado

Ray Breyka, de rei não tenho nada é engraçado

Mas se não for eu, quem é que responde à esse chamado?

Ray Breyka, pra mim isso corresponde à um legado.

O próprio lion de zion, rasta I am

Eu sou pilar, seguro o rap enquanto tijolos saem...

Agora eu vou dizer

Não quero saber se vai bater

Isso é tudo que sei fazer...

Grameeei



Download mp3